Posts Tagged ‘ Rio de Janeiro ’

Nova explosão de bueiro no Rio vira piada no Twitter

Hoje mais um bueiro foi pelos ares no Rio. A explosão aconteceu na Voluntários da Pátria, uma das ruas mais movimentadas de Botafogo. Uma pessoa ficou ferida.

Não preciso dizer que mais uma vez a explosão foi motivo de piada no Twitter. A melhor que li até agora:

Faltam 1845 bueiros explodirem até os Jogos Olímpicos de 2016

Anúncios

Cansados de ver tampas de bueiros voando, cariocas debocham da prefeitura e da Light.

Vazamentos de gás têm provocado explosões na rede subterrânea da cidade mais bonita do Brasil. Quem mora no Rio de Janeiro tem mais é que ficar preocupado mesmo, porque a novela vem se arrastando há muito tempo e providência que é bom ninguém tomou por enquanto. Copacabana, Leme, Ipanema, Leblon e, mais recentemente, a Rua do Carioca, no coração da cidade, já foram palco de tampas de bueiros voadoras.

Várias pessoas ficaram feridas, inclusive um casal de turistas franceses. Na semana passada o CREA-RJ fez uma vistoria em parte da rede e atestou que nada menos do que sete bueiros correm 100% de risco de irem pelos ares.

Enquanto a prefeitura ameaça punir a Light e passa longas horas em reuniões para tentar solucionar o problema, publicitários e artistas plásticos resolveram agir, no mais autêntico estilo carioca. Partiram para o deboche. E começaram a “decorar” as tampas de bueiros com “ilustrações” bastante criativas, alertando os pedestres para o risco que corriam ao passar perto deles.


O deboche também foi parar na internet. A empresa de games Playerum desenvolveu um joguinho chamado Boom-eiro. O desafio é andar pelas calçadas do Rio desviando dos buracos e fugindo das tampas de bueiro que ameaçam atingir o jogador.

Ou a prefeitura toma logo as providências para acabar com essa história ou a imagem da cidade que pretende sediar os Jogos Olímpicos de 2016 vai ficar ainda mais arranhada.

As "obras de arte" se espalham pela cidade

Hospital Amaral Carvalho é líder no ranking nacional de transplantes de medula óssea

O Hospital Amaral Carvalho é o hospital que mais faz transplantes de medula óssea no Brasil.

Dos 1.581 transplantes realizados em todo o território nacional, nada menos que 211 foram feitos aqui em Jaú, o que corresponde a cerca de 14 por cento do total dos transplantes realizados no ano passado.

O resultado divulgado pela Associação Brasileira de Transplantes de Medula Óssea reafirma o que já havia acontecido no ano anterior, quando o Hospital Amaral Carvalho também tinha sido o hospital que mais transplantes de medula óssea fez no Brasil, superando hospitais de todas as capitais brasileiras, incluindo entre eles os das grandes capitais, como São Paulo e Rio de Janeiro.

Na figura do responsável pela unidade de transplantes de medula óssea, o amigo dr. Mair Pedro de Souza, nosso blog manda um forte abraço a todos que trabalham no hospital, um dos orgulhos de nossa cidade.

(Colaboração de José Eduardo Victor, via Consulado Jahuense)

Festival “Comida di Buteco”, uma ideia que Jaú poderia abraçar, não é?

O festival  “Comida di Buteco” agita os bares de 15 cidades brasileiras ao mesmo tempo. Frequentadores de bares de 15 cidades experimentaram e avaliaram o tira-gosto concorrente, o atendimento, a higiene e a temperatura da bebida servida em cada uma das casas participantes. Melhor ainda, puderam dar notas. Faturaram o título os bares que tiverem a melhor média de notas entre os quesitos. Valem as notas do juri popular, formado pelo público, e de um júri formado especialistas.

Nunca teve tantas cidades participando deste festival, que bem poderia chegar a Jaú, não acham? Fica aqui uma sugestão para a Secretaria de Cultura. É o tipo de concurso que daria o maior IBOPE na cidade. Já que temos aprovada pela Câmara uma lei que criou a semana gastronômica “Saul Galvão”, o Festival Comida di Buteco poderia ser uma das atrações da semana.

A primeira edição do evento aconteceu em 2000, em Belo Horizonte, com 10 botecos na disputa. Nas cidades onde o festival já se consagrou, a novidade fica por conta das receitas: os petiscos devem ser preparados com ingredientes que resgatem tradições regionais. Carne de sol, requeijão escuro e manteiga de garrafa estão na lista de produtos da capital mineira. No Rio de Janeiro, a referência é a feijoada e em Salvador, o maxixe. Cidades do Interior de São Paulo também estão no circuito. Em Campinas, a disputa é para ver quem faz o melhor rosbife e em Ribeirão Preto, a briga é para quem faz o melhor pastel.

Aqui, pra começar a brincadeira poderia começar com tema livre. Como, aliás, acontece sempre na primeira vez que o festival é realizado.

Vamos entrar nessa competicão? Acho que seria uma coisa bem legal para Jaú. E vocês? Comentem aí do lado. É só clicar em Escrever Comentário (do lado das fotos, em azul).

As tragédias do massacre do Realengo


Nosso reencontro em dezembro, depois de mais de 20 anos.

Sandro Vaia é um dos jornalistas mais brilhantes que conheço. Foi meu editor durante vários anos e graças a ele aprendi muito. Aquele tipo de comandante que se faz respeitar pela competência. Não me lembro de ter visto ele perder o controle uma única vez. Mesmo quando alguma coisa não ia bem, Sandro resolvia a questão aconselhando, mostrando o melhor caminho sem jamais erguer o tom de voz.

Saiu do “Jornal da Tarde” para fundar a revista “Afinal”, um projeto mirabolante de um cubano dono dos direitos da “Time Life” na América Latina e me levou para lá também. A redação era ótima, mas o projeto facassou porque o departamento comercial era uma lástima.

Sandro voltou para o “Estadão” e dirigiu a redação até se aposentar. Hoje tem um dos blogs mais respeitados do País.

Ontem, publicou um artigo sobre o triste episódio que aconteceu no Rio. Tão bom que Ricardo Noblat, o principal colunista do “Globo” fez questão de reproduzir no seu blog.

Recomendo a leitura também. É só clicar no link http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_post=373576&ch=n