Posts Tagged ‘ blog ’

ÔBAAAAAAAAAAAAA!!!!! 15.000 acessos. Obrigado, viu?

Dez dias atrás comemoramos aqui neste blog os 10.000 acessos, lembram-se? Muito legal para um blog criado há pouco mais de dois meses e meio. Pois bem: hoje é dia de comemorar de novo. Chegamos a 15.000 acessos.

Tá bem, tá bem. Claro que não vai ser sempre assim. Confesso pra vocês que tivemos cinco mil acessos em uma semana e meia porque contamos com a ajuda inestimada do pastor Harold Camping, o maluco que anunciou que o mundo iria acabar. Como o assunto era, digamos assim, diferente, resolvi naquele dia fazer chamadas da matéria no Twitter, onde tenho mais de 500 seguidores. O blog bombou.

No dia 20, convidei os twiteiros a visitar o blog a cada hora, a partir das 10 da manhã. E alcançamos o inimaginável número de 3.081 acessos só naquele dia. Gente do Brasil todo. E o post teve mais de 50 comentários. Incrível, não?

O melhor de tudo isso é que muita gente que conheceu o blog naquele dia deve ter gostado e está voltando sempre. Nossa média diária de visitas está maior a cada dia.

Obrigado a todos vocês que passam sempre por aqui. É muito legal estar bem acompanhado.

Como não é todo dia que a gente chega aos 15.000 acessos, vou tomar uma cervejinha pra comemorar.

Saúde pra vocês. E obrigado de novo. Volto mais tarde.

Anúncios

Blog já teve mais de 8.200 acessos. Vale um flash-back? Acho que sim.

Meu blog foi para o ar dia 28 de fevereiro.

No começo ninguém conhecia e pouca gente acessava. Normal. Tinha uma média de 20, 25 acessos. Depois o blog foi se tornando conhecido e hoje recebemos cerca de 150 acessos diários. Já tivemos picos de cerca de 300 acessos em um único dia. O melhor de tudo: o número de acessos está sempre crescendo. Dê uma olhadinha ali do lado direito no Blog (Stats, que é a estatística que o WordPress faz). Pouco mais de dois meses, e o blog já teve mais de 8.200 visitas. Legal, né?

Por isso, vou me permitir fazer alguns flash-backs, de coisa que tinha colocado lá nos primeiros dias e pouca gente viu. Essa, por exemplo, está na página 13 do blog. Ninguém que chega agora vai ler até a página 13, né? Então vamos lá.

Flash-Back 1 – Quando alguém junta uma boa ideia com pessoas competentes para realizá-la, não dá outra: show de profissionalismo.

Este filme é impecável em todos os sentidos. Computação gráfica de altíssimo nível. Para quem tem uma boa conexão, aconselho ver em HD, tela cheia.

Gostou? Clique ali do lado, em making off, para ver o que se faz na pós-produção.

Blog deve ter participação especial na cobertura do casamento real

Estou quase conseguindo convencer a Vera a fazer a “cobertura” do casamento do príncipe William e Kate. Sabem como é, mulheres curtem muito mais esse tipo de acontecimento. O glamour, as roupas, os detalhes. Ela está acompanhando de perto, sabe muito mais do que eu. Disse até que vai acordar bem cedo sexta-feira, para acompanhar a transmissão. Então, vale uma participação especial. Eu vou me satisfazer com os melhores momentos.

Prometo dividir com ela metade-metade tudo o que receber do blog durante a semana, ou seja, nada. Será que ela topa? Lógico que continuarei postando o que achar interessante para vocês. Prometo até me redimir dos últimos dias. Neste feriadão, apesar de as meninas terem viajado, recebemos em casa amigos e parentes todos os dias. Dia e noite. Foi bem legal. Mesmo assim, o blog continua invicto. Desde que foi ao ar, acho que coloquei no ar pelo menos um post todo dia, salvo engano.

Ah, ia me esquecendo. Ontem o Fantástico mostrou aquele vídeo viral da T-Mobile que postei para vocês sete dias atrás, no dia 18.  O vídeo está lá embaixo, nesta página.

Sempre é bom a gente se sentir apoiado. Este episódio do B.O. registrado para reclamar das opiniões que divido com vocês neste espaço foi responsável pelo maior número de acessos que o blog recebeu desde sua criação, no último dia de fevereiro. Foram quase 400 acessos em pouco mais de 24 horas. Saí para jantar com amigos e quando voltei, eram perto de 500, 30 horas depois. Para Jaú é um número considerável.

O número de comentários também superou todos os outros posts. Até agora, 17, incluindo respostas. Também recebi apoios no Facebook e no meu e-mail. No Face vocês podem ver no meu mural.

Então, por hoje só tenho uma coisa a fazer. Agradecer todas as manifestações. Em troca, posso garantir para vocês que vou seguir em frente da mesma forma que vinha fazendo. Elogiando a administração quando considero que merece elogios (no caso do baixo número de caso de dengue no município) e criticando quando acho que alguma coisa vai mal (o trânsito, que na minha opinião merecia ser mais bem cuidado).

Obrigado de novo. Bola pra frente. Prometo também informar vocês de todos os passos e desdobramentos que este B.O. pode vir a ter. Estamos juntos.

Meu blog saiu no noticiário policial. Dá pra acreditar?


Verdade, gente. Este blog que vocês estão lendo agora foi parar no noticiário policial da Rádio Jauense, no programa de notícias na hora do almoço.

Segundo a notícia, os funcionários da empresa que ganha um dinheirão para cuidar do trânsito da nossa cidade não gostaram do post que fiz no dia 14 (está na segunda página, para quem não viu) e fizeram um Boletim de Ocorrência. Como não vi o documento, não sei o teor da reclamação.

Se não gostaram estão no direito deles. O caminho é esse mesmo. Reli o post e não vi nada errado nele. Será que sugerir que esses pessoal dê umas voltas pela cidade para ver se encontrar coisas erradas e chamar a quem de direito para multar motoristas que desrespeitam a lei é ofender alguém? Acho que não. Paciência, vamos ver no que dá.

No começo da semana, se não me engano, o jornalista Jeováh Nunes de Moura despediu-se dos leitores do “Comércio”. Foi processado porque escreveu um artigo que desagradou o prefeito. Na despedida, Jeováh disse que não estava disposto a gastar dinheiro pagando advogado para defendê-lo. Para não ter que se calar, preferiu deixar de escrever no jornal.

O vereador Kakai também vem sendo alvo de processos, por dizer o que pensa a respeito da administração municipal.

Posso estar errado, mas está parecendo ser uma estratégia para intimidar quem fala ou escreve o que pensa. Talvez seja isso, talvez não. Se for isso mesmo é um caminho. É um direito.

Como o direito de um acaba quando começa o direito do outro, entendo que tenho o direito de escrever o que penso quando quiser. Especialmente aqui, neste espaço que criei. Discordar não é desrespeitar ninguém.

Aos funcionários da empresa que ganha muito bem para cuidar do trânsito da prefeitura, como a todos os que eventualmente se sentirem ofendidos neste blog, ofereço o mesmo espaço para que publiquem a versão deles.

E com todo o respeito, continuo achando que em vez de ficarem em duplas parados nas esquinas do centro, seriam bem mais úteis se circulassem sozinhos para evitar que caminhões estacionassem em vagas de idosos durante o expediente bancário, sem qualquer tipo de punição.

Questão de ponto de vista.

Enquete: desaprovação da administração é enorme.

Durante exatos 20 dias este blog disponibilizou a seus leitores uma enquete, que teve por finalidade avaliar como a população está julgando o desempenho da administração municipal de Jaú. Desde o início da semana prometemos revelar os resultados hoje (sexta-feira, dia 11). É o que estamos fazendo agora, com todos os detalhes.

Como a votação era opcional, 83 leitores votaram uma única vez, já que a pesquisa foi filtrada para não permitir que o mesmo IP (endereço da internet de cada máquina) pudesse votar mais de uma vez.

83 votos responderam à pergunta “Você acha que Jaú está sendo bem administrada”?

71 escolheram a opção “Não. Jaú está sendo mal administrada e piorou no governo do prefeito Oswaldo Franceschi e sua equipe”. O número corresponde a 86% dos votos.

Em segundo lugar, com com 9 votos, 11% do total, apareceu a opção “Este governo é igual aos anteriores. Nem melhor, nem pior”.

Apenas 4% do total dos participantes da enquete demonstraram estarem satisfeitos com os rumos da administração. A opção “Sim, Jaú está sendo bem administrada e melhorou no governo de Oswaldo Franceschi e sua equipe” recebeu apenas 3 votos.

Vale lembrar novamente que enquete não tem valor científico e o universo de participantes é praticamente cinco vezes menor do que o número de eleitores consultados em pesquisas registradas nos Cartórios Eleitorais.

Mesmo assim é possível dizer, com boa margem de segurança, que o índice de desaprovação da administração municipal de Jaú é enorme.

Esses números são arredondados. Os números reais são: desaprovam: 85,54%. Indiferentes: 10,84%. e aprovam a administração, 3,61%.