Posts Tagged ‘ recorde ’

Avisem a Prefeitura: Jaú está em estado de emergência!

Temperatura, 34.6º. Umidade: 10.9%.

A umidade relativa do ar bateu recorde esta tarde, em Jaú. Às 14h50, a Estação Hidrometeorológica da Fatec registrou 10,9%. Mais baixa do que a umidade relativa do Saara.

Se dias atrás estávamos em estado de alerta (com umidade variando de 20 a 12%), hoje entramos em estado de emergência, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Será que o prefeito e seus secretários sabem disso? Tomaram alguma providência? Alertaram e orientaram a população sobre o que deve ser feito? Suspenderam aulas de educação física na rede pública? Duvido muito.

E a temperatura máxima não quebrou recorde por pouco. O termômetro marcou 34.5º às 14h20. Só não foi mais alta do que a registrada no dia 30 de agosto, o dia mais quente do ano até agora, 34.6º.

A boa notícia é que o tempo seco está com as horas contadas para acabar. Os institutos de meteorologia estão dizendo que chove amanhã por aqui. Não muito (cerca de cinco milímetros), mas o suficiente para melhorar o ar que a gente está respirando agora.

Anúncios

Pescador italiano pega bagre de 113 quilos. E solta.

Isso é que é sorte. Roberto Godi, um italiano de 32 anos, conquistou um novo recorde na Europa ao pescar o maior peixe em água doce do continente. Ele fisgou um peixe-gato (conhecido no Brasil como bagre) de 2,5 metros de comprimento e 113,45 quilos, superando por mais de um quilo a antiga marca.

Godi pescou o peixe gigante em um rio em Mantova, norte da Itália. Após pesar e medir o peixe, o pescador decidiu soltá-lo novamente no rio. Muito bem, Godi. É assim que se faz mesmo. Pelo tamanho, especialistas estimam que o bagre

Godi e o bagre. Recorde europeu.

tenha entre 20 e 30 anos de idade. A notícia se espalhou pela Europa e ganhou destaque até na Inglaterra, como vocês podem ver no site do jornal britânico “Daily Mail”, acima na versão digital.

Temperatura máxima é recorde do ano. Em pleno Inverno.

Dá pra entender? Estamos em pleno Inverno e hoje, precisamente às 15 horas, a Estação Hidrometeorológica da Fatec registrou a temperatura máxima mais alta do ano. Exatos 34,6 graus. A baixa umidade relativa do ar, 22.6%, colaborou para o recorde. Ainda bem que está ventando. Caso contrário, estaríamos todos derretendo com esse calorão fora de época.

Mas a julgar pela previsão do tempo o calor está indo embora. Uma formação de chuva no sul do Estadio, com vento e chuva forte, está vindo em nossa direção. Um dia antes do que se previa. Segundo o “Climatempo”, a temperatura máxima cairá sete graus de hoje para amanhã e mais cinco na quinta, quando a mínima também despencará para 11 graus. Sexta e sábado, mínima de 9 graus. Bem friozinho. Haja saúde.

Estamos vivendo no deserto do Saara

Vocês já devem ter visto nos noticiários da TV que a umidade relativa do ar está muito baixa no Brasil, não é? Põe baixa nisso. Agora mesmo, às 15h20, o heliógrafo instalado na Estação Hidrometeorológica da Fatec registrou umidade relativa de 16% aqui em Jaú. É o recorde no ano. Estamos em estado de alerta, perto do alerta máximo.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que seja declarado estado de atenção quando o índice fica abaixo de 30%. Entre 20% e 12%, o estado é de alerta; e abaixo de 12%, o estado é de alerta máximo. Para se ter uma ideia de quanto o tempo está seco, a umidade relativa do ar no deserto do Saara varia entre 15 e 10%, índice registrado em Brasília ontem, igualando marca de 2004.

A umidade relativa do ar que estamos respirando hoje é a segunda marca mais baixa já registrada pela estação da Fatec, que começou a fazer medições em 2009. Em agosto daquele ano também foi registrado o mesmo índice de hoje. O recorde absoluto de Jaú é de setembro do ano passado, quando a mínima da umidade relativa do ar chegou a 11%.

O pior é que para os próximos dias a situação não deve mudar. Veja na ilustração abaixo a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia para amanhã. Bem complicado também. 

O que fazer? – Bom, todo mundo já ouviu dizer o que fazer – e o que não fazer – quando a situação está complicada como agora. Mas não custa lembrar, né? É importante umidificar o ambiente onde você está, especialmente à noite. Basta deixar uma toalha de rosto molhada no quarto. Ajuda de verdade. Evitar andar no sol e nada de exercícios físicos das 10 às 16 horas. Por falar nisso: será que o pessoal da Educação está atento e suspendeu as aulas de Educação Física por aqui?

Também é altamente recomendável beber muito, muito líquido. Inclusive uma cervejinha depois que o sol se puser. Como já bebi litros de água hoje não pretendo deixar a peteca cair.

Sempre é bom a gente se sentir apoiado. Este episódio do B.O. registrado para reclamar das opiniões que divido com vocês neste espaço foi responsável pelo maior número de acessos que o blog recebeu desde sua criação, no último dia de fevereiro. Foram quase 400 acessos em pouco mais de 24 horas. Saí para jantar com amigos e quando voltei, eram perto de 500, 30 horas depois. Para Jaú é um número considerável.

O número de comentários também superou todos os outros posts. Até agora, 17, incluindo respostas. Também recebi apoios no Facebook e no meu e-mail. No Face vocês podem ver no meu mural.

Então, por hoje só tenho uma coisa a fazer. Agradecer todas as manifestações. Em troca, posso garantir para vocês que vou seguir em frente da mesma forma que vinha fazendo. Elogiando a administração quando considero que merece elogios (no caso do baixo número de caso de dengue no município) e criticando quando acho que alguma coisa vai mal (o trânsito, que na minha opinião merecia ser mais bem cuidado).

Obrigado de novo. Bola pra frente. Prometo também informar vocês de todos os passos e desdobramentos que este B.O. pode vir a ter. Estamos juntos.