Posts Tagged ‘ campanha ’

A folga acabou. “Chega mais perto”.

Amigos.

Pela primeira vez desde que foi lançado o blog ficou três dias sem ser atualizado. O motivo? Na verdade são dois. O primeiro, uma viagem a São Paulo para assistir o casamento da Gi e Guilherme, sobrinhos.

O segundo: minha primeira folga. Durante quase seis meses (o blog entrou no ar pra valer em março) não deixei de atualizá-lo aos sábados, domingos e feriados, incluindo aí carnaval e Semana Santa. Então, aproveitei a viagem, e as condições complicadas para encontrar assuntos interessantes para vocês estando longe de casa, e tirei três dias de folga.

A partir de hoje, retomaremos a rotina. Todo dia você vai encontrar novidades aqui. Como esta, aí em abaixo. É um vídeo de uma campanha contra o preconceito aos portadores de deficiência física e mental. O nome da campanha: “Precisamos disfarçar para ganhar um abraço? Chega mais perto”. Vejam que belo filme.

Melhor não sair de perto da sua cerveja. Ou não.

Um dos melhores comerciais da campanha que a Heineken lançou na Europa no primeiro semestre, de olho nas férias de Verão. 

A primeira publicitária do Toddy no Brasil

Para a moçada, é absolutamente bizarro. Mas era assim mesmo. 52 anos atrás queriam o quê?

Querem saber? A campanha deve ter dado resultado, porque Toddy vende até hoje. Chega de conversa. É ver para acreditar.

As frases são do diretor da Consladel. A conclusão é sua.

As frases são do engenheiro Marcio Rovai Arem (ao centro), diretor da Consladel. Ontem ele esteve em Jaú  para conversar com a imprensa, e se colocar à disposição para ser interrogado pela CEI dos Radares.

Ao ser perguntado em entrevista coletiva que deu ontem sobre doação que fez de R$ 50 mil para a campanha do prefeito Oswaldo Franceschi, afirmou:

A Consladel separa um coeficiente e divide entre os partidos. Estamos há mais de 20 anos no mercado. Seria muito infantil fazer doação com vista a um contrato futuro. Fizemos doação para todos os partidos políticos.”

Mais tarde, perguntado qual a razão de ter escolhido Jaú para distribuir a benesse, Arem escorregou:

É uma cidade que não tinha sinalização. Vimos um potencial aqui. Foi um investimento. Escolhemos várias cidades do interior onde não tínhamos contrato e tinham sinalização deficiente.

Então tá. Outra frase do diretor da empresa, pra fechar:

Não existe e nem nunca existiu qualquer esquema de propina na Consladel.

Quem sabe domingo o Fantástico peça desculpa aos seus telespectadores por ter inventado o vídeo onde um representante da empresa promete propina.

A reportagem completa da entrevista você pode ler no site Jaunews (de quem tomei emprestada a foto acima), clicando AQUI