Posts Tagged ‘ Fórmula-Indy ’

Carro de Tony Kanaan decola em Baltimore

Tony Kanaan literalmente voou, ontem, em Baltimore. Largou em 27º lugar, arriscou na estratégia, travou um duelo complicadíssimo com Dario Franchitti e terminou a corrida no pódio, em terceiro lugar.

Mas o voo de Kanaan não aconteceu durante a corrida, a 14ª etapa da Fórmula-Indy. Foi no treino de aquecimento, no período da manhã, poucas horas antes da corrida. Tony teve um problema no freio no final de uma reta, bateu no carro de Hélio Castro Neves e simplesmente decolou. Impressionante a sorte que os dois pilotos tiveram. 

500 Milhas de Indianápolis: líder bate na última curva, mas chega em segundo com apenas duas rodas.

Incrível: o novato californiano JR Hildebrand liderava a 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis com folga. Na última curva, decidiu ultrapassar um retardatário, saiu do traçado e foi parar no muro. Don Wheldon, que vinha em segundo, venceu a prova.

Apesar da forte pancada no mudo, que acabou com a lateral direita do seu carro, destruindo inclusive as rodas e pneus, Hildebrand conseguiu cruzar a linha de chegada em segundo, arrastando no muro. Veja como foi. Vale a pena ver o filme até o fim, com tomadas de várias câmeras, a reação dos narradores (em inglês) e a decepção do jovem piloto, que perdeu U$ 1,5 milhão.

O brasileiro Tony Kanaan foi quarto classificado.

GP Turismo: CBA aceita recurso e jauenses ficam em sexto lugar no circuito do Anhembi

“A Confederação Brasileira de Automobilismo julgou recurso impetrado pelos pilotos das equipes do carro número 33 (Ricardo Maurício e Bruno Garfinkel), envolvendo os carros 7 (Valdeno Brito e Matheus Stumpf), 5 (Paulo Bonifácio e Juliano Moro) e 19 (Chico Longo e Daniel Serra), pelo descumprimento do item 156 do regulamento desportivo do Itaipava GT Brasil”, afirmou Nestor Valduga, presidente do CTDN, o Conselho Técnico Desportivo Nacional.

As três duplas, sob orientação das equipes, se recusaram a subir no pódio como forma de protesto, porque contestavam o resultado final. A alegação era de que o piloto vencedor, Pedro Queirolo (CO, SP), não havia cumprido o tempo mínimo de parada nos boxes – queixa considerada improcedente após análise dos dados pelos comissários e das imagens da câmera onboard do primeiro colocado. Mas a ausência na cerimônia de pódio seria passível de desclassificação ainda que as reclamações fossem procedentes.

Com a punição das três equipes, a dupla de pilotos jauenses, Fernando e Daniel Croce, que terminou a prova em nono lugar (preliminar da Fórmula-Indy)  no circuito do Anhembi, em São Paulo, subiu para sexto lugar. Excelente, para a família Croce,  que este ano está estreando na categoria.

GT Brasil fará preliminar da Fórmula-Indy

O Viper de Fernando Croce (nº 61), na cola da Ferrari de Antonio Pizzonia.

Começa amanhã a segunda etapa da GT Brasil, que terá neste final de semana mais duas provas, no circuito do Anhembi, em São Paulo. A corrida de hoje começa às 16h30 e a de amanhã, preliminar da etapa brasileira da Fórmula-Indy, tem a largada prevista para 10h45, com transmissão ao vivo pela Band. Dois pilotos jauenses vão se revezar no comando do Viper número 61: Fernando Croce e seu filho Daniel Croce, que corre pela primeira vez, dando início ao rodízio com o irmão Fernando Gomes Croce, que participou da primeira etapa.

“Se tudo correr bem, acho que teremos um desempenho melhor que o da primeira etapa, em Interlagos, onde nosso carro teve problemas na prova do sábado e não conseguimos dar nem a primeira volta. Na segunda prova, apesar da chuva, chegamos na nona colocação”, avaliou Nando Croce. “Digo isso porque correr na pista do Anhembi é novidade para todos os pilotos, ninguém andou no circuito”.

A pista do Anhembi tem uma das retas mais longas dos circuitos de rua. Nela os carros da GT3 devem alcançar 270 kms por hora, no trecho da Marginal do Tietê. Já os carros da Fórmula-Indy, que vão largar às 13 horas, devem chegar no fim do retão a 300 kms por hora. É velocidade para ninguém botar defeito.

Pilotos jauenses vão correr na GT3

Os pilotos Fernando Croce e seus dois filhos, Daniel e Fernandinho, vão disputar o campeonato mais veloz do automobilismo brasileiro, o GT Brasil. O campeonato começa amanhã, às 15 horas, em Interlagos. A segunda prova será disputada domingo, às 12h30, e terá transmissão ao vivo pela Band. O portal Terra também cobrirá o campeonato, assim como a ESPN Brasil, que mostrará as provas em VT.

A categoria GT (Gran Turismo), chamada de categoria dos carros dos sonhos, faz sua quinta temporada no Brasil reunindo as marcas mais cobiçadas do mundo como Ferrari, Corvette, Lamborghini, Ford GT, Viper, Audi, Porsche, Maserati e Ginetta. Os carros alinham no mesmo grid de largada, mas os resultados e a pontuação são separados em duas classes, a GT3 e GT4, em função das diferenças de desempenho.

Nas duas primeiras corridas, Nando Croce e Fernandinho vão se revezar ao volante do Viper Dodge branco, com detalhes em preto, número 61 (semelhante ao carro da foto). Na etapa seguinte, dia 1º de maio na prova que servirá como preliminar da Fórmula-Indy, no circuito de rua do Anhembi, Nando fará dupla com Daniel.

O campeonato tem dez etapas com duas provas em cada etapa. Além de São Paulo, os carros da GT Brasil vão correr em Curitiba, Londrina, Campo Grande, Rio e Santa Cruz do Sul, além de uma prova de exibição na Argentina. As corridas do GT Brasil têm 50 minutos de duração e um pit stop obrigatório previsto por regulamento. Ontem aconteceu um treino livre, das 14 às 17 horas. Os treinos de classificação acontecerão no sábado, em duas sessões de manhã. Às 14 horas, largada da primeira prova.

Fernando Croce (foto ao lado) já foi campeão paulista de kart em várias categorias, mas competirá na categoria Turismo pela primeira vez.

“É tudo muito diferente. Começando pelo motor do Viper, que tem mais de 700 cavalos. Vou ter que me acostumar com o câmbio, com o comportamento dos pneus, aprender a andar no vácuo… Tudo é novidade”, disse Croce. “Nas primeiras provas vamos apanhar um pouco, mas logo pegaremos a mão”.

A família Croce terá pela frente adversários de respeito, entre outros Antonio Pizzonia, que já pilotou Fórmula-1. Nomes muito conhecidos do automobilismo brasileiro também estarão no grid, como Xandy e Xandinho Negrão, Daniel Serra, Ricardo Maurício, Valdeno Brito, Eduardo Souza Ramos e o apresentador Otávio Mesquita.

Nosso blog vai trazer todas as novidades para você.