Posts Tagged ‘ Inglaterra ’

Ingleses podem ter carros com ruído personalizado

Pagode ou axé?

Sucesso inquestionável no Salão de Automóvel de Frankfurt, Alemanha, os veículos elétricos e híbridos como este aí da foto já estão no centro de uma polêmica que promete dar muito pano pra manga não só na Inglaterra, onde a lebre foi levantada, mas em toda Europa e pode até chegar aqui.

Responsáveis pelo trânsito da Grã-Bretanha estão estudando uma lei que vai obrigar os fabricantes dos carros elétricos a introduzir um sistema que produz algum tipo de ruído quando o veículo estiver em movimento. Alegam que, como eles rodam no mais absoluto silêncio, podem provocar acidentes. Pedestres e ciclistas, dizem esses estudiosos, são os mais vulneráveis porque dificilmente poderão perceber a aproximação de um veículo que não emite ruídos.

Como em toda boa discussão, palpites não faltam. Há quem diga que a introdução do sistema de ruídos vai encarecer o produto final. Outra corrente defende que seria uma boa opção se o fabricante instalar um sistema mais simples e deixar por conta do proprietário o ruído que ele quer produzir. Uma espécie de som personalizado, como os toques de celular.

Enquanto a discussão está rolando na Inglaterra tudo bem. Mas se vencer a corrente do ruído personalizado por lá e a moda chegar por aqui estaremos todos irremediavelmente fritos. Vai ser um festival de pagodes e axés que ninguém nasceu pra merecer. Deus me livre disso.

Anúncios

Pescador italiano pega bagre de 113 quilos. E solta.

Isso é que é sorte. Roberto Godi, um italiano de 32 anos, conquistou um novo recorde na Europa ao pescar o maior peixe em água doce do continente. Ele fisgou um peixe-gato (conhecido no Brasil como bagre) de 2,5 metros de comprimento e 113,45 quilos, superando por mais de um quilo a antiga marca.

Godi pescou o peixe gigante em um rio em Mantova, norte da Itália. Após pesar e medir o peixe, o pescador decidiu soltá-lo novamente no rio. Muito bem, Godi. É assim que se faz mesmo. Pelo tamanho, especialistas estimam que o bagre

Godi e o bagre. Recorde europeu.

tenha entre 20 e 30 anos de idade. A notícia se espalhou pela Europa e ganhou destaque até na Inglaterra, como vocês podem ver no site do jornal britânico “Daily Mail”, acima na versão digital.

Vem aí mais uma chuva de meteoros. E dizem que é das grandes.

Está prevista para as primeiras horas de depois de amanhã (e deve durar praticamente a madrugada toda de sábado para domingo) uma chuva de estrelas cadentes que, segundo a Nasa, será uma das maiores dos últimos tempos.

Desta vez o espetáculo terá maior visibilidade no hemisfério Norte por causa da lua. Mas mesmo com lua cheia conseguiremos ver uma grande quantidade de estrelas cadentes riscando o céu. Há expectativas de que seja possível ver, em média, uma estrela cadente por minuto, no auge da “chuva”, chamada de Perseidas, podendo chegar a 120. Tem este nome porque o fenômeno será visto na direção da constelação de Perseus.

A melhor forma de assistir o espetáculo, que pode ser visto anualmente, embora com muito menos intensidade do que a deste final de semana, é olhar para a direção Nordeste, perto do horizonte, a partir de uma da manhã.

Segundo a astrônoma Olivia Johnson, do Royal Observatory de Greenwich, em Londres, Inglaterra, declarou em entrevista à BBC, o auge da chuva de estrelas cadentes deve acontecer por volta das três horas do domingo, hora de Brasília.

Evidentemente que quanto mais escuro o lugar que você tiver para observar os meteoros (detritos deixados pelo cometa Swift-Tuttle) maiores serão as chances de você aproveitar o espetáculo.

Por acaso você tem uma sogra “high-tech”? Então veja só o risco que você está correndo…

Essa história aconteceu na Inglaterra e tornou-se o assunto preferido das fofocas que estão circulando hoje nos programas de TV do Reino Unido e amanhã vão ganhar espaços nos jornais daqui.


Carolyn Bourne, a simpática e compreensiva sogrinha.

Freddie convidou sua noiva, Heidi Withers, para passar alguns dias na propriedade de sua família, uma fazenda de rosas de Devon, na costa oeste britânica. E a convivência entre Heidi e Carolyn Bourne, a mãe de Freddie, não foi nada boa. Até aí nenhuma novidade, porque conflitos entre nora e genros com sogras não são exatamente uma raridade. Acontecem em todos os cantos do mundo.

Novidade foi o que aconteceu depois da visita. Dona Carolyn, a sogra, resolveu dividir com as amigas a raiva que cultivou da futura nora, se é que um dia esse casamento vai sair. Sentou-se à frente do computador, escreveu um texto esculhambando Heidi e disparou dezenas de e-mails para as amigas, que encaminharam para outras amigas, que repassaram para outros conhecidos.

A esculhambação espalhou-se como um vírus e todo mundo ficou sabendo que juízo a sogra fez da nora. Quer saber também? Então veja alguns trechos do e-mail da sogra high-tech que o jornal “The Independent” publicou em sua edição de hoje:

Quando estiver hospedada na casa alheia, não declare o que você come ou não come, a não ser que tenha alguma alergia.

Não comente que não teve comida o suficiente.

Não comece antes de todo mundo. Não se sirva novamente sem ser convidada por seu anfitrião.

Quando hospedada na casa de alguém, não fique na cama até o fim da manhã se a casa se levanta cedo – siga as normas da casa.

Em nenhum momento ofenda a família da qual você está prestes a fazer parte, e definitivamente não em público.

Você normalmente chama as atenções para si. Talvez deva se perguntar por quê.

Ninguém se casa em um castelo a não ser que more nele. É um comportamento ostentoso, de celebridade.

Entendo que seus pais não possam contribuir muito para pagar os custos do seu casamento. (Não há nada de errado nisso, exceto que o costume é tal que se presume que eles tivessem poupado ao longo dos anos para os casamentos de suas filhas.)

Se esse for o caso, seria delicado rever as suas expectativas e ter um casamento mais modesto, de acordo com a renda de ambos.

Pode-se pensar que Heidi Withers esteja se dando tapinhas nas costas por ter fisgado um jovem tão bom partido. Tenho pena de Freddie.”

Legal, né? Dá para imaginar o Freddie tentando convencer sua noiva Heidi de que sua mãe não é tão ruim assim?

Alguma chance de dar certo aqui?

Coisa de gente fina

O restaurante Little Bay, que fica no bairro de Farringdon, na região central de Londres, está com uma promoção no mínimo curiosa: cada cliente paga o valor que considerar justo pelo prato que escolheu. As bebidas não estão inclusas. O Little Bay é muito bem avaliado nos sites de roteiros gastronômicos da Inglaterra. Será que promoções como essa teriam alguma chance de dar certo no Brasil?

Para ver a matéria completa clique aqui: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/02/090203_londresrestauranteml_tc2.shtml