Carro de Tony Kanaan decola em Baltimore

Tony Kanaan literalmente voou, ontem, em Baltimore. Largou em 27º lugar, arriscou na estratégia, travou um duelo complicadíssimo com Dario Franchitti e terminou a corrida no pódio, em terceiro lugar.

Mas o voo de Kanaan não aconteceu durante a corrida, a 14ª etapa da Fórmula-Indy. Foi no treino de aquecimento, no período da manhã, poucas horas antes da corrida. Tony teve um problema no freio no final de uma reta, bateu no carro de Hélio Castro Neves e simplesmente decolou. Impressionante a sorte que os dois pilotos tiveram. 

Anúncios

Um dia de gratíssimas surpresas

Leitura comentada dos jornais dominicais é uma tradição em minha casa. É o dia que Mário e eu temos mais tempo para trocar essas impressões. Lemos trechos um para o outro, quase sempre assuntos bastante diferentes, das áreas de interesse de cada um. Às vezes, sobre matérias banais, fatos engraçados, casos bizarros, histórias tristes. E coisas boas.

Dr. Fernando

Hoje tive duas gratíssimas surpresas. As duas no “Comércio do Jahu”. A primeira no artigo da página 2 assinado pelo Dr. Fernando Frederico, intitulado “A banalidade da corrupção”. Recomendo enfaticamente a leitura. Não só pela consistência e seriedade dos argumentos como pela qualidade do texto. Irretocável!

Encontrei-o recentemente em uma inauguração e conversamos exatamente a esse respeito. Sobre o quanto é difícil ser e se manter íntegro nos meandros da política brasileira. Pedi a ele então e ratifico o pedido agora: não desista! Não um repúblico como você.

Gíniton

A segunda falou mais de perto ao meu coração. Na página 5, uma longa entrevista com Gíniton Lages, um dos delegados responsáveis pela investigação da morte da juíza Patrícia Accioli, no Rio de Janeiro. Sabem por que me emocionei? Ele, assim como o vereador Carlos Ramos, o Kakai, e outros tantos de saudosa memória faziam parte da classe que me convidou para madrinha de formatura no extinto CEFAM.  O Gíniton era daqueles alunos que a gente apostava, sem medo de errar, que daria certo na vida. Atencioso, educado, bom de nota, de convivência, amigo dos amigos. Boa pessoa mesmo.

Kakai

Gíniton e Kakai, assim como o Dr. Fernando Frederico, serão sempre homens sérios, competentes, dedicados na vida profissional e pública. Eles não transigirão jamais. Não deixarão que a corrupção se banalize. E o melhor é saber que, no caso do Gíniton e Kakai, tenho alguma participação na formação do caráter deles. Exemplos como esses fazem toda a minha vida profissional ter valido a pena.

Vera Schwarz

Qiao e Lili, os pombinhos que pagaram o maior mico.

Qiao e Lili pagaram o maior mico. Põe mico nisso. O jovem casal mora em Changsha, na província de Hunan, na China. Longe pra caramba, né? O mico ultrapassou os muros da China, ganhou a Europa e chegou aqui através do tabloide britânico “Daily Mail”, que adora maldades.

Vamos lá: os pombinhos em questão resolveram namorar no carro em um estacionamento. Como fazia muito calor em Changsha, deixaram o motor ligado, por causa do ar condicionado. Sabe como é namorar dentro de carro. Daí, sabe-se lá o que aconteceu, a temperatura interna subiu tanto quanto lá fora e um dos dois acionou o câmbio em marcha ré.

O carro dos pombinhos desceu a ladeira do estacionamento, que fica na cobertura de um prédio, e só não despencou porque Qiao e Lili  deram muita sorte. Foram socorridos por vizinhos e pessoas que passavam na rua. Veja só onde o carro deles foi parar.Veja agora o susto que devem ter levado quando olharam para baixo.

Inventam cada uma… já viu um estilingue humano?

Esse pessoal não tem mais o que inventar. É uma coisa meio maluca, mas deve ser muito divertido. Já imaginou um tipo de estilingue que te joga num lago? Veja. 

Chegou setembro. O mês das migrações.

O mês de setembro é conhecido por estudiosos do mundo animal como o mês das migrações. É o período em que as borboletas monarca levantam vôo para percorrer milhares de quilômetros, protagonizando uma das jornadas mais espetaculares que o planeta já acompanhou. Quem assistiu os telejornais provavelmente viu três filhotes de baleia jubarte brincando na Praia do Santinho, em Florianópolis. Estão viajando para o Nordeste.

Por que os animais migram? Algumas espécies, para fugir do Inverno. Outras, para procurar alimentos. Outras, ainda, para encontrar lugar seguro para se reproduzir e perpetuar a espécie.

Aqui em Jaú também veremos movimentos migratórios neste mês de setembro. Um é a chegada das andorinhas, que todo final de ano nos proporcionam um belo espetáculo quando o sol se põe. Há quem veja o movimento por outro lado e reclame da sujeira que elas fazem. Eu vejo o lado bom.

Da mesma forma como vejo outro movimento migratório que acontece nos bastidores da política daqui. Até agora vem acontecendo de forma quase silenciosa. Mas setembro, afinal, chegou. É hora de bater asas e levantar vôo. De enfrentar as ondas. De buscar um lugar melhor.

É absolutamente certo que a base de sustentação do prefeito Osvaldo Franceschi sofrerá baixas consideráveis e motivos para a grande revoada não faltam. A avaliação da administração nunca foi boa. Pior ainda é o relacionamento do prefeito com vários vereadores que ajudaram a elegê-lo. Mais um: no próximo ano tem eleição.

O que a maioria dos vereadores da base está considerando neste momento é qual dos males é o menor. Quem ficar ao lado do prefeito tem grande chance de ser rejeitado nas urnas, por ter apoiado uma administração que poucas chances terá de reverter o que dela pensa boa parte da opinião pública. Quem escolher mudar de partido terá que enfrentar um processo na Justiça Eleitoral correndo o risco de perder a cadeira na Câmara, por infidelidade partidária.

É aquela história: se ficar o bicho pega, se correr…, bem se correr vai competir contra um adversário que não é lá um exemplo de rapidez. Até que os processos cheguem à última instância na Justiça Eleitoral, provavelmente os mandatos dos vereadores que decidirem mudar de já deverão ter acabado.

Dos vereadores que apóiam Franceschi, devem mudar de partido Lampião, Dr. Segura, Zanatto, Atilhinho e Formigão. Não me surpreenderia também se o médico Paulo de Tarso tomasse outro caminho. Outros como Fernando Frederico e Kakai, insatisfeitos com seus partidos, também devem se filiar em outras siglas.

Aposto minhas fichas que mudanças vão mesmo acontecer. Não apenas na Câmara. Há outros grupos da cidade em movimento. Diziam os políticos antigos que durante a Semana da Pátria o espírito de D. Pedro I costumava circular em lugares inimagináveis. É bem provável que este ano o refrão “Independência ou morte!!!” seja ouvido brevemente aqui.

2011 ou 1984?


Quando li “1984”, de George Orwell, o que mais me impressionou foi o Big Brother – tão banalizado há alguns anos. Para quem não leu o livro (recomendo a leitura, até para se comprovar o sem número de aspectos que eram ficção na época e que agora já fazem parte do nosso dia a dia), o Grande Irmão era uma câmera de tv que estava instalada em todas as casas e que via tudo. Absolutamente tudo.

O link abaixo comprova que o Big Brother, sem ser o reality show global, já existe e, para nossa alegria, a serviço do bem. Trata-se de tecnologia que permite que a Polícia do Canadá consiga que  fotos de multidões possam ser ampliadas até alcançarem detalhes imperceptíveis a princípio. Achei fantástico! Clique aqui e comprove. Você também pode ver esses detalhes clicando várias vezes na foto do link.

Agradeço ao amigo Pipe Romão pela dica.

Temperatura máxima é recorde do ano. Em pleno Inverno.

Dá pra entender? Estamos em pleno Inverno e hoje, precisamente às 15 horas, a Estação Hidrometeorológica da Fatec registrou a temperatura máxima mais alta do ano. Exatos 34,6 graus. A baixa umidade relativa do ar, 22.6%, colaborou para o recorde. Ainda bem que está ventando. Caso contrário, estaríamos todos derretendo com esse calorão fora de época.

Mas a julgar pela previsão do tempo o calor está indo embora. Uma formação de chuva no sul do Estadio, com vento e chuva forte, está vindo em nossa direção. Um dia antes do que se previa. Segundo o “Climatempo”, a temperatura máxima cairá sete graus de hoje para amanhã e mais cinco na quinta, quando a mínima também despencará para 11 graus. Sexta e sábado, mínima de 9 graus. Bem friozinho. Haja saúde.