Seleção foi a baba do boi. Mas ainda continuo levando fé.

Continuo levando a maior fé na Seleção. Mas que foi uma baba contra a Venezuela, nem se discute. Parece que serviram uma feijoada meia hora antes do jogo para os jogadores da Seleção do Mano Menezes. Aliás, acho que ele comeu também.

O primeiro tempo não foi tão ruim. O Brasil teve algumas chances. Mas jogou com soberba. Achou que iria resolver o jogo na hora que quisesse. Neymar perdeu gol, Robinho quis fazer um gol bonito e o zagueiro tirou de ombro, e Pato mandou no travessão. Aliás, Pato foi bem. Assim como Lúcio. O resto, Deus me livre. Empatar em 0 a 0 com a Venezuela é pagar mico dos grandes.

Quando trabalhava no Jornal da Tarde, não só cobria jogos como tinha que dar notas para os jogadores. Isso era muito complicado. Dava uma nota baixa para um jogador no domingo e segunda à tarde tinha que encarar o cara no treino do clube que fazia cobertura. Quando cobria o Palmeiras, tinha um lateral esquerdo chamado Ricardo que era uma lástima. E nunca recebia notas acima de cinco.  O cara, que era meu “amigo”, um dia me chamou e disse: “Mário, você está me sacaneando. Só dá nota baixa”.

Respondi o seguinte: “Ricardo, você está jogando mal. Vai perder a posição. Se der nota melhor do que estou dando, você perde a posição e eu perco o emprego”. Ele não melhorou. Perdeu a posição, foi vendido, sumiu do mapa, e eu mantive meu emprego.

Gostava de dar notas. Era polêmico, mas me divertia com isso.

Então. Vamos dar notas para os jogadores da Seleção que deu vexame e empatou com a modesta Venezuela na Argentina.

Julio César: pouco exigido. Começa com cinco e termina com a mesma nota. 5.

Daniel Alves: participativo no primeiro tempo. No segundo, errou muitos passes. 6.

Lúcio: firme na zaga e ajudou o ataque, com bons longos lançamentos. Um dos melhores do time. 7.

Thiago Silva: teve pouco trabalho e não se aventurou. 6.

André Santos: sem ter a quem marcar, tentou ajudar o ataque, principalmente no primeiro tempo. Mas foi parado por sua própria limitação técnica. 6.

Lucas Leiva: o melhor jogador em campo. Impecável no combate. Fez o que o técnico mandou e muito bem. 8.

Ramires: Um ótimo lançamento pra Pato e muitos, muitos erros de passe. Bobear, perde a vaga de titular. 3.

Elano: substituiu Ramires e pouco tempo teve para jogar. Sem nota.

Paulo Henrique Ganso: Mal posicionado e pouco participativo. Melhor no primeiro tempo que no segundo. 5.

Robinho: um bom chute a gol, muitos erros de passe. Produziu muito pouco. Outro que deve perder a posição, se não melhorar. 3.

Fred: sem tempo. Sem nota.

Neymar: tímido, pouco participativo. Jogou como coadjuvante, quando poderia e deveria ser protagonista. 4.

Alexandre Pato: apesar dos impedimentos, foi o único do ataque que procurou o gol. 6.

Lucas: pouco jogou. Sem nota.

Mano Menezes: escalou o time ideal. Mas o esquema não funcionou. A Seleção não fez nenhuma jogada de linha de fundo, melhor opção para furar retrancas.Viu, impassível, seu time trocar passes na entrada da área, pelo meio, sem nenhum resultado prático. O goleiro da Venezuela fez só duas defesas durante o jogo todo e praticamente ninguém (fora Elano, no fim) chutou de fora da área.  Demorou muito para substituir Robinho e Ramires. Ganso precisa jogar vindo de trás, e não junto com os atacantes. 4.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: