Que tal passear por Paris em uma Ferrari a mais de 200 por hora?

Agosto de 1978. O cineasta francês Claude Lelouch adaptou uma câmera estabilizada na frente de um Ferrari 275 GTB e convidou um amigo, piloto de Fórmula-1, para fazer um trajeto no coração de Paris, na maior velocidade que ele pudesse.Lelouch não conseguiu permissão para interditar nenhuma rua no perigoso trajeto a ser percorrido, mas tocou seu projeto em frente.
A filmagem começou logo que o dia clareou.  O filme tinha duração de dez minutos e o piloto teria que cumprir, nesse tempo,  o trajeto de Porte Dauphine, passando pelo Louvre, até a basílica de SacreCoeur.O piloto completou o circuito em menos de nove minutos. O velocímetro da Ferrari que dirigia chegou a 324 km por hora em certos momentos. O filme mostra o piloto furando sinais vermelhos, quase atropelando pedestres, espantando pombos e entrando em contramão. O sol nem havia saído ainda.
René Arnoux ou Jean-Pierre Jarrier? Qual dos dois dirigiu a Ferrari para Lelouch?
Quando mostrou o filme “C” était un Rendez Vouz” (“Era um Encontro”) pela primeira vez, Claude Lelouch foi preso. Mas nem assim ele nunca revelou o nome do piloto. O filme foi proibido e só circulou no underground.
Se você não viu ainda este clássico, prenda a respiração e clique aí embaixo. Versão Integral. Raridade. Se já viu, vale a pena curtir a emoção de passear em Paris como se estivesse a bordo de um Ferrari 275 GTB. Voando. 
Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: