Ronaldinho Gaúcho vaiado. E o vexame do Palmeiras em Curitiba.

Quando o Ronaldinho Gaúcho resolveu voltar para o Brasil comentei com o Guga, meu cunhado, e com o Zezé, meu irmão, que dependendo de qual cidade ele escolhesse, estaria apontando o tipo de vida que queria levar:

a) se escolhesse Porto Alegre, teria a obrigação de treinar todos os dias e não poderia ser visto em baladas porque, no dia seguinte, todo mundo iria saber. Poderia voltar a ser craque e ser convocado novamente para a Seleção.

b) se escolhesse jogar em São Paulo, teria a obrigação de treinar todos os dias e poderia ir a algumas baladas, até o pessoal da Imprensa descobrir e pegar no pé. A Seleção ainda não estaria descartada, se jogasse bem.

c) se escolhesse jogar no Rio, poderia enfiar sua carreira na lama, com baladas em primeiro lugar, em segundo, em terceiro, em quarto … e futebol em último.

Foi o que ele fez.

Ontem, foi muito vaiado pela torcida do seu time, o Flamengo, que perdeu no Engenhão por 2 a 1 para o Ceará.

Agora vamos falar do Palmeiras, que perdeu por 6 a 0, do Coritiba, atualmente o melhor time do Brasil.

Falar o quê?

Nada.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: