Casamento real ajuda a espantar a crise? Parece que sim.

Vitrine de loja de Londres com várias lembrancinhas do casamento

Enquanto a cerimônia não chega, vamos fazendo algumas reflexões a respeito.

Ouvi hoje um argumento interessante: o de que os casamentos reais acontecem sempre em momentos de crise no Reino Unido. Não só crise econômica, mas também política ou institucional. Como esses eventos são sempre revestidos de uma pompa incomparável, os preparativos, a cerimônia e o pós desviam a atenção do público de outros problemas que possam estar acontecendo.

Leve-se ainda em consideração que um casamento real implica na comercialização de um sem número de lembrancinhas que vão desde réplicas do anel de noivado (muito bem escolhido pelo príncipe, pois pertenceu a sua mãe) até canecas, cadernos, canetas, bonecos e no que mais se possa imprimir as efígies dos noivos. Tudo o que é vendido recolhe um percentual para o Palácio de Buckingham.

Quantos serão os turistas atraídos a Londres para testemunhar, de alguma forma, a união? Não só estrangeiros, mas também os próprios ingleses que têm fascínio e encantamento pela sua rainha e por toda sua corte, com seu charme e escândalos. Qual será o aumento no movimento dos hotéis, restaurantes e estabelecimentos dessa área?

Pensem um pouco no volume de dinheiro que está sendo movimentado desde William e Kate anunciaram a data do casamento que vai acontecer na sexta-feira de manhã. Mas pense em libras esterlinas, que são ainda mais valorizadas que o euro. Deve dar para diminuir sintomas de qualquer crise.

Vera Schwarz

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: