Projeto de advogado não convence vereadores. Nem aqui, nem na China.

A proposta que o advogado José Alécio Fraga Spillari levou aos vereadores, usando a tribuna livre da Câmara na reunião de hoje, de manter em 11 cadeiras, em vez das 17 que serão daqui dois anos, não foi bem aceita pelos vereadores. A de vereadores trabalharem sem receber salários, então, menos ainda. Cá entre nós, dificilmente isso poderia acontecer, não é? Nem aqui, nem na China.

Embora tenha recebido o apoio do Rotary Clube de Jahu Leste com ressalvas, seria praticamente impossível neste Brasil varonil que a classe política abrisse mão de uma conquista (aumento de 11 para 17 vereadores eleitos na próxima eleição) e principalmente do salário que recebe (perto de R$ 4 mil mensais).

Conversei com alguns amigos que declararam apoio ao projeto do José Alécio dias atrás e deixei muito clara minha opinião, contrária ao projeto, embora a proposta seja absolutamente democrática e conte com o apoio de enorme maioria das pessoas que ouvi a respeito.

Sou contra por vários motivos. Primeiro porque a chance dessa idéia vingar partindo de uma lei aprovada pela Câmara era um sonho de uma noite de Verão. Não só aqui em Jaú, em qualquer lugar do Brasil.

Segundo porque nossos vereadores, assim como todos os outros, estão absolutamente dentro da lei. É legal vereador receber salário, desde que respeitados limites. E os salários dos nossos vereadores estão dentro desses limites. Também não existe nada de ilegal aumentar de 11 para 17 o número de cadeiras na Câmara. Se não me engano uma cidade do porte da nossa poderia ter 21 vereadores eleitos. Teremos quatro menos que o permitido.

Os principais argumentos dos que defendem o projeto do Spillari são basicamente dois. Um, caso os vereadores não recebam salários, só teríamos candidatos dispostos a trabalhar por amor para nosso município. Tenho muitas dúvidas em relação a essa teoria. Dois: quanto menor o número de vereadores, menores serão as despesas. Também pode não ser bem assim.

Em relação ao primeiro argumento, penso o seguinte: o fato de trabalhar por amor não garante que o cara vai trabalhar bem. Que abrindo mão dos salários não possa, de alguma forma, querer compensar esse altruísmo com outras jogadas. Outra coisa: vai ficar quatro anos trabalhando de favor e terá todo o direito de jogar isso na cara de qualquer cidadão que eventualmente possa cobrá-lo a respeito de uma votação equivocada, ou um descaso em relação a uma reivindicação que o eleitor pode fazer.

Quanto a manter o número de cadeiras em 11, em vez de subir para 17, também não vejo nenhuma garantia de economia. Quem me garante que a bancada dos sem salários não convença um prefeito a, em troca de votos, construir uma sede própria para a Câmara que vai custar dez, vinte vezes mais do que os salários de 17?

Acredito que o romantismo na política é página virada. Foi lindo enquanto durou. Hoje o país é outro. Os costumes são outros. Melhor o município pagar o vereador e oferecer ao eleitor o direito de cobrar seriedade e comprometimento de quem você elegeu. Se esse eleitor vai exercer seu direito ou optar por ficar reclamando, aí já é outra história.

A notícia completa sobre a apresentação do projeto você pode ler no Jaunews.

Anúncios
    • Eliana K.
    • 1 de setembro de 2011

    BRASILEIROS!… Temos que nos vestir de preto no 7 de Setembro, colocar bandeiras pretas em nossa sacadas, portões, para mostrarmos que não estamos contentes com o que anda acontecendo nesse país. REAÇÃO CONTRA CORRUPÇÃO – O BRASIL DE LUTO Local: POR TODO O PAÍS – Diremos: FORA A IMPUNIDADE! Horário: quarta, 7 de setembro de 2011 Divulguem!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: